Temos um conjunto de lojas com grandes descontos! Comprove na nossa página informação!

Explore todas as lojas disponíveis e consiga descontos pelas suas compras. O melhor preço online.

Lojas Online ||| Hoteis Voos ||| Circuitos e Serviços de Turismo ||| Hosting Sofware ||| Serviços ||| Jogos



Home » Arquivo

Artigos na categoria: … visitar as Aldeias de Xisto

... visitar as Aldeias de Xisto »

[6 Fev 2023 | Comentários fechados em Casal de São Simão | ]
Casal de São Simão

Um casal numa rua
Nesta aldeia de uma só rua há um novo sentir coletivo.
Descubra um Casal com uma só rua. Com uma fonte que continuamente entoa a canção da água. Com uma capela que nos conta lenda de santo. Com uma vereda que nos leva à praia, mesmo ali encaixada nas Fragas de São Simão. Aqui também há uma Loja Aldeias do Xisto e uma Associação cujo nome se confunde com o que nos promete esta Aldeia: que estamos a entrar em Refúgios de Pedra.
Nesta aldeia há um novo sentir coletivo feito de pessoas que …

... visitar as Aldeias de Xisto »

[30 Jan 2023 | Comentários fechados em Candal | ]
Candal

Aninhada na serra
Mais do que um ponto de apoio, é um reconfortante porto de abrigo para quem sobe ou desce a serra.
Na bacia hidrográfica da Ribeira de S. João encaixa, entre outros, este anfiteatro onde se alojou o Candal e a sua ribeira. Está aninhada na Serra da Lousã, numa colina voltada a Sul. Estrategicamente colocada junto à Estrada Nacional, que liga Lousã a Castanheira de Pera, esta aldeia está habituada a receber visitantes. Estes são recompensados por subir as suas ruas inclinadas pois, chegados ao miradouro, uma belíssima vista sobre o vale …

... visitar as Aldeias de Xisto »

[23 Jan 2023 | Comentários fechados em Zêzere | ]
Zêzere

Álvaro, Barroca, Janeiro de Baixo e Janeiro de Cima, Mosteiro e Pedrógão Pequeno são as seis aldeias deste agrupamento de casas em que o xisto é material dominante e se mantém a harmonia entre o património religioso e o rural, se acompanha os ciclos agrícolas, se respeitam penedos, vales e ribeiras, se unem as duas margens de um rio num barco a remos, se ocupa com entusiasmo o tempo de lazer e se ouve e vê a banda passar.

Em Janeiro de Cima, encontra um refúgio natural cheio de tradição para …

... visitar as Aldeias de Xisto »

[16 Jan 2023 | Comentários fechados em Aigra Velha | ]
Aigra Velha

Uma aldeia de topo

Aqui tudo é simples, feito segundo o padrão da natureza que nos envolve.
Aigra Velha é a Aldeia do Xisto que se encontra a maior altitude (770m). Próxima dos cumes da Serra da Lousã, mas com fácil acesso. É um pequeno aglomerado, mas de largos horizontes. A envolvente paisagística da aldeia faz toda a diferença. Aqui tudo é simples, feito segundo o padrão da natureza que nos envolve.
Implantada numa cumeada da serra, Aigra Velha é circundada por alguns terrenos agrícolas e uma vasta área de pastoreio. Se, por um lado, avista …

... visitar as Aldeias de Xisto »

[9 Jan 2023 | Comentários fechados em Aigra Nova | ]
Aigra Nova

Aldeia e muito mais.

Aqui a simpatia é tão contagiante como é serena a paisagem. Deixe-se envolver pelo projeto do Ecomuseu das Tradições do Xisto e visite os seus diversos núcleos.
De malha urbana simples, de construção baixa e à base de xisto, Aigra Nova divide-se em três pequenas ruas, que a atravessam.
A nascente e o clima ameno são propícios à prática agrícola e aos vastos pastos. Nesta aldeia viva há hortas, gado, burros e muitas atividades que prometem surpreender.
Inserido na rede de Aldeias do Xisto, este agrupamento de quatro aldeias do Concelho de …

... visitar as Aldeias de Xisto »

[2 Jan 2023 | Comentários fechados em Tejo-Ocreza | ]
Tejo-Ocreza

É o grupo mais pequeno, com apenas quatro aldeias, mas o que possui maior distribuição territorial. Localizam-se num território já com menor influência atlântica e preponderante influência mediterrânica.

Junto ao Tejo-Ocreza
Água Formosa, a que fica mais no centro do próprio país; Figueira, onde se chega pelo cheiro a pão quente do forno comunitário e se está numa aldeia rural com feno, horta e gado; Martim Branco, onde o pão também tem lugar de destaque e o xisto convive com o granito para manter a qualidade das casas; e Sarzedas, a …

... visitar as Aldeias de Xisto »

[21 Nov 2022 | Comentários fechados em Janeiro de Cima | ]
Janeiro de Cima

Ó da barca!
À beira do Zêzere grita-se “Ó da barca!” para fazer a travessia do rio. Em Janeiro de Cima era assim que antigamente se uniam as gentes e o comércio das duas margens e hoje é ainda possível fazê-lo num passeio rio acima.
Janeiro de Cima encontra-se na margem esquerda do Zêzere, numa zona quase plana, rodeada por uma extensa manta de terrenos agrícolas.
No núcleo antigo da aldeia, caminha-se sem pressas pelo emaranhado de ruas sinuosas em que as casas se encostam umas às outras revelando as suas características fachadas em …

... visitar as Aldeias de Xisto »

[14 Nov 2022 | Comentários fechados em Gondramaz | ]
Gondramaz

Aldeia mais que perfeita
Onde a arte se exibe em pedras gravadas ou esculpidas nas fachadas das casas.
A aldeia estrutura-se a partir de uma rua principal que se sobrepõe à linha de festo, até ao limite em que o declive permitiu construções. Desta rua, sai uma rede de ruelas estreitas e sinuosas que apetece percorrer com curiosidade.
As boas vindas são-nos dadas com um poema de Miguel Torga, que se encontra numa placa metálica na área de recepção da aldeia.
Gondramaz distingue-se pela tonalidade específica do xisto que nos envolve da cabeça aos pés. Até o …

... visitar as Aldeias de Xisto »

[7 Nov 2022 | Comentários fechados em Ferraria de São João | ]
Ferraria de São João

Aldeia com grande pedalada
Entrar nesta aldeia é descobrir um futuro em constante movimento.
A riqueza paisagística e cultural da aldeia é por demais evidente. A entreajuda e a interação próxima entre os habitantes ainda é herdeira de um cariz profundamente rural. No entanto, aqui, é algo que não ficou cristalizado no tempo. Os novos habitantes que ao longo dos anos se têm fixado, gerindo os seus negócios ou simplesmente por opção de vida, têm mudado a face da aldeia e estimulado uma nova energia entre as pessoas. A Ferraria, como abreviadamente lhe …

... visitar as Aldeias de Xisto »

[31 Out 2022 | Comentários fechados em Comareira | ]
Comareira

A mais pequena, tão genuína

Se queremos olhar, serenamente, o mundo de um ângulo diferente, basta sentarmo-nos no banco à entrada da aldeia.
Às vezes procuramos um sítio assim. Onde possamos desligar-nos do Mundo e estarmos, apenas, nós.  Aceitamos a companhia dos que não nos conhecem e que, simpaticamente, nos deixam entregues a nós próprios. Mas que, num último aceno de cumprimento, como que dizem “Se for preciso alguma coisa, estamos por aqui”.  E basta este pequeno sinal para sentirmos que não estamos sós.
Podemos encontrar a companhia de um banco, que nos ajuda a olhar …